Responsive image

Benefícios da prática de exercícios físicos para quem quer emagrecer

A obesidade é ocasionada pelo consumo de calorias em excesso, o que leva a um aumento nos estoques de gordura, especialmente a gordura abdominal. Esta é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas como a hipertensão, o diabetes e os problemas cardiovasculares. Os aumentos nos estoques de gordura levam a alterações fisiológicas que alteram o funcionamento do organismo, como redução da sensibilidade à insulina, aumento da resposta inflamatória, do colesterol e triglicerídeos.

A Organização Mundial de Saúde estima que mais de um bilhão de pessoas no mundo possuem sobrepeso e outras 300 milhões são consideradas obesas. Por isso, diversas estratégias vêm sendo propostas para combater esse quadro. Os estudos recentes têm demonstrado que a prática de exercícios físicos junto a uma alimentação equilibrada são as estratégias mais eficazes na redução de peso e consequente melhora na saúde e qualidade de vida.

Já é um fato cientificamente provado que a prática regular de exercícios físicos reduz os malefícios na saúde causados pela obesidade, entretanto, qual tipo de exercício é o mais eficiente para quem quer emagrecer? Segundo os estudos mais recentes, o ideal é realizar exercícios aeróbicos em conjunto com os exercícios de força, uma vez que cada um deles causa adaptações diferentes que atuam de forma complementar sobre a saúde. Além disso, a realização dessas atividades em conjunto têm se mostrado mais eficazes para saúde do que quando realizadas de forma isolada, principalmente se associadas a uma alimentação de boa qualidade.


Principais benefícios do treinamento aeróbico

  • Aumento no condicionamento cardiorrespiratório
  • Redução na gordura corporal
  • Aumento na sensibilidade à insulina
  • Redução nos níveis de triglicerídeos
  • Redução no quadro de inflamação sistêmica (associado a uma redução do risco de complicações cardiovasculares)


Principais benefícios do treinamento de força

  • Aumento na força muscular
  • Aumento na captação de glicose pelo músculo (o que ajuda na redução da glicemia sanguínea)
  • Aumento na massa muscular
  • Redução no percentual de gordura
  • Aumento na sensibilidade à insulina
  • Aumento no metabolismo de repouso (gasto de energia para manter as funções vitais)


Para quem quiser se aprofundar mais na relação entre a obesidade e os exercícios físicos como aliados para o emagrecimento, sugerimos o artigo "Physical activity in obesity and metabolic syndrome" do autor B. Strasser (em inglês).

Matheus Sacchetto é Mestre em Ciências do Esporte pela UFMG e possui mais de 5 anos de experiência lidando com a prescrição de atividades físicas para diferentes grupos. Coordena grupos de corridas para quem quer correr de 1km a 42km!